5 dicas para conciliar o trabalho com os estudos


   Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vou falar sobre um assunto que deixa muita gente em pânico: conciliar o trabalho, ou estágio, com os estudos. 

   No meu primeiro ano de trabalho eu não estava estudando, trabalhava o dia todo e tinha as noites livres. Havia acabado o ensino médio dias antes de começar a trabalhar e não tinha condições de bancar uma faculdade. Trabalhei um ano inteiro e no final do ano decidi que queria voltar aos estudos, mas sentia um calafrio ao pensar em trabalhar o dia todo e ir para a faculdade de noite.

   Já estou iniciando o terceiro ano com essa rotina super corrida, mas que vale à pena. Para conseguir dar conta de tudo, eu estabeleci algumas "regrinhas" para mim mesma, para que eu conseguisse dar conta de tudo sem prejudicar nenhum dos lados. E é isso que eu quero compartilhar com vocês hoje!

1 - Aproveite a aula ao máximo.

   Esteja você na faculdade ou ensino médio, essa é uma das dicas mais importantes que posso te dar. Na aula, você tem 4 horas para estudar, tirar dúvidas, fazer os exercícios, e se você trabalha, você não tem todo esse tempo livre em casa para se dedicar aos estudos. Eu sei que existem muitas coisas que tiram nossa concentração na hora da aula, mas é importantíssimo você aproveitar cada minuto da aula, pois nela acontece seu primeiro contato com os conteúdos, e se você sair da aula com dúvidas ou com um grande nada na cabeça, fica muito mais difícil correr atrás do prejuízo.

2 - Aproveite o tempo livre

   Quando a gente estuda e trabalha, ter um tempo livre é quase como ter um pote de ouro. Tem que aproveitar ao máximo, fazê-lo render. Usar o tempo no ônibus para revisar o conteúdo, se a empresa oferecer horário de lanche, utilizá-lo, ao menos em época de provas, para estudo. São coisas simples e um pouco óbvias, mas que às vezes nos dá preguiça só de pensar. Mas como é só uma fase da vida, temos que fazê-la valer a pena. Ninguém quer perder um ano inteiro por não sacrificar meia horinha por dia né?

3 - Reserve um momento para você

   Nem sempre conseguimos ter um tempinho para nós mesmos todos os dias, mas é essencial que, ao menos uma vez na semana, se tire um momento para fazer aquilo que gosta. Seja uma caminhada, uma horinha na academia, tocar algum instrumento, se acabar no karaokê, ler um livro, não importa. Desde que se tenha um tempo em que você fique sozinho, sem compromisso com nada além de você mesmo. Manter nossa saúde mental é essencial quando precisamos carregar muitas responsabilidades.

4 - Cuide da sua saúde

  Manter uma alimentação saudável e as horas de sono necessárias não é uma tarefa fácil, principalmente vivendo nesse mundo cheio de café e lanches dos barzinhos da faculdade, ou escola. Uma alimentação balanceada, juntamente com o sono em dia, garantem toda a energia que nosso corpo precisa para se manter ativo durante a dupla, ou tripla, jornada. Você não precisa frequentar uma nutricionista e, muito menos, seguir dietas extremistas, a única coisa que precisa é buscar o SEU equilíbrio, se alimentar de coisas que te dão energia sem prejudicar sua saúde.


5 - Saiba que é só uma fase e que logo você colherá os frutos

   É cansativo? É. Vai durar pra sempre? Provavelmente, não. Se tem uma coisa que me motiva todos os dias é saber que estou fazendo o melhor para o meu futuro, mesmo que às vezes eu queira levantar a bandeira branca. Fazer menos matérias da faculdade, faltar aulas por cansaço, mas honestamente, não vale a pena. O máximo que vai acontecer com quem estuda e trabalha é se formar cheio de experiência, conhecendo melhor o mercado, a economia, lidando melhor com pessoas e conhecendo seus limites. E superando-os. Pois se você é capaz de se manter na ativa das 7 da manhã até as 12 da noite, como é meu caso, meus amigos, nada pode te derrubar. 

   Estudar e trabalhar é cansativo, mas é compensador, é sensação de dever cumprido, é deitar a cabeça no travesseiro sabendo que você está suando a camiseta e dando o máximo que pode por você e por seu futuro!

   Espero que tenham gostado das dicas! 

   Beijinhos e até logo!

Júlia Wentz dos Santos

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

2 comentários:

  1. Realmente é cansativo, mas o orgulho que nos dá depois é gratificante!
    https://lohannacarvalho.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, nada como botar a cabeça do travesseiro e ter a certeza de que o melhor está sendo feito!

      Beijinhos <3

      Excluir