(52) Weeks - 6 of 52

   Oie pessoal, tudo bem com vocês? Com alguns dias de atraso, aqui estão as fotos da sexta semana do projeto! 

   Semana passada foi bem corrida e eu quase não vi ela passar, quando vi já era sábado, domingo e eu não tinha preparado nenhum post.

   Tanto semana passada quanto essa semana estão sendo de preparação para a volta às aulas da faculdade, o que consiste principalmente em tentar readaptar meu organismo ao ritmo ~normal~. Pensando nisso, e pensando que muita gente já voltou para a aula, resolvi fazer um post contando sobre o meu curso na faculdade e também os motivos que me levaram a escolher ele!   







 
   Para quem não sabe, eu curso licenciatura em ciências biológicas na UPF e o curso consiste basicamente no estudo das ciências que estão ligadas ao desenvolvimento da vida, e como curso de licenciatura, matérias voltadas ao ensino. 

   A biologia é um curso lindo, pelo qual eu sou completamente apaixonada. Segundo o CFBio
"A Biologia é a ciência que estuda os seres vivos, a relação entre eles e o meio ambiente, além dos processos e mecanismos que regulam a vida. Portanto, os profissionais formados nessa área do conhecimento tem papel preponderante nas questões que envolvem o conhecimento da natureza.
O estudo das Ciências Biológicas deve possibilitar a compreensão de que a vida se organizou através do tempo, sob a ação de processos evolutivos, tendo resultado numa diversidade de formas sobre as quais continuam atuando as pressões seletivas. Esses organismos, incluindo os seres humanos, não estão isolados, ao contrário, constituem sistemas que estabelecem complexas relações de interdependência. O entendimento dessas inteirações evolve a compreensão das condições físicas do meio, do modo de vida e da organização funcional interna próprios das diferentes espécies e sistemas biológicos."
   A grade curricular da biologia contempla várias áreas, como zoologia, botânica, ecologia, diversidade e inúmeras outras. Sendo asism, é um curso muito dinâmico e com um leque de possibilidades profissionais enorme. Além dos conteúdos básicos da biologia, no curso de licenciatura ainda temos matérias das áreas de química e física, que são ensinadas aos alunos de ensino fundamental e médio.

   Desde o ensino fundamental, quando a matéria ainda era tratada apenas por "ciências", a biologia já era a minha preferida, a que eu mais estudava, realizava as tarefas com maior dedicação e tinha mais curiosidade sobre. Na época, eu ainda não sabia o que eu "queria ser quando crescesse", mas eu sabia que alguma coisa ali chamava minha atenção. 

   No ensino médio, a biologia ganhou meu coração de vez, embora todos os nomes estranhos me assustassem, ainda assustam, nada poderia me levar para outro caminho. Eu não sabia qual área queria seguir, mas a ideia de passar os 4 anos da faculdade tendo que estudar apenas a minha matéria preferida era muito animadora. Até o dia em que descobri a área da biologia e genética forense, o que para uma amante de CSI parecia ser apenas um sonho, e foi aí que decidir qual rumo tomaria. 

   As coisas não foram como o esperado e após o ensino médio fiquei um ano "parada", trabalhando apenas e um ano cursando design gráfico. Até que em 2015, minha paixão falou mais alto e eu pedi transferência para o tão sonhado curso de biologia. E se tem uma coisa da qual não me arrependo nem por um dia é de ter feito isso. A cada aula, cada nova matéria, nova aula prática, coletas aos finais de semana. Tudo fez com que eu me apaixonasse ainda mais pela biologia e tivesse ainda mais certeza de que esse é o rumo que quero tomar para minha vida.

   Mas Júlia, por que licenciatura? Aqui na universidade onde estudo, o curso de bacharel é em turno integral, enquanto a licenciatura é apenas noturna e oferece bolsa aos alunos. Esses foram, no princípio, os dois fatores que me levaram à escolha, mas confesso que estou gostando cada vez mais da ideia de trabalhar na sala de aula. A qualidade dos cursos é a mesma, tanto bacharel quanto licenciatura, apresentam a mesma grade curricular básica, tendo diferenças com as matérias pedagógicas da licenciatura e a carga prática do bacharel. 

    Se um dia vou ser CSI? Não sei. Se serei professora sempre? Não sei. O que sei é que o leque de opções está enorme e se entrei no curso com a certeza de um caminho definido, hoje gostaria de poder experimentar todos.

   Beijinhos, e até já!

Júlia Wentz dos Santos

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Nenhum comentário:

Postar um comentário