Se não for você

Sinceramente, meu bem, se não for você, eu acho que não preciso de mais ninguém. Se não for você, eu não quero encontrar outro alguém. Você sabe o quanto eu demoro pra me acostumar com alguém do meu lado e acho que ninguém mais teria a paciência que você teve para esperar por todos os meus tempos. A gente fez tudo tão certo e tão bonito que eu tenho medo de encontrar alguém que não seja como você.
As pessoas me dizem que tudo com o que eu não devo me preocupar agora é em encontrar um novo alguém, mas eu não consigo pensar em ficar sozinha agora, tendo passado dias tão bonitos ao teu lado. Mas eu tenho medo que ele chegue sendo o temporal que você não foi, eu tenho medo. Meu bem, eu tenho medo de não ser você.
Eu tenho medo porque eu sei que ele não vai entender as minhas manias e os meus medos. Ele não vai saber lidar com todas as minhas dores, enquanto você sempre tinha o remédio certo pra me dar. Ele não vai querer massagear as minhas costas antes de eu dormir, enquanto você sabia exatamente o lugar de todas as minhas contraturas e tensões devido ao estresse dos meus dias. Ele não vai entender as minhas tpms, não vai querer passar as tardes vendo séries e filmes comigo (e com quem eu vou terminar de ver aquela série que começamos a ver ainda no começo de tudo?), ele também não vai entender a minha paixão por livros nem vai querer saber de alguém escrevendo textos de amor. Meu bem, e se ele me sacudir de um jeito que eu não tô acostumada? Você me salva se eu gritar seu nome? Me salva antes mesmo d'ele chegar? Me salva agora, me salva enquanto meu coração ainda está pulsando, me salva enquanto há tempo.
Me salva e mostra pro mundo que, se não for você, não vai ser mais ninguém. Que não tem ninguém nesse mundo que seja capaz de entender os meus vícios e minhas manias como você. Me salva que eu te salvo também, que eu tiro todos esses medos que você foi criando. Que eu te mostro, que meu bem, eu não sou assim. Eu sou mais, eu sou melhor do que eu mostrei pra você nos últimos tempos, você sabe disso.
Me salva e corre pra dentro do meu peito, porque ele tá aberto esperando você chegar aqui e organizar as coisas. Organizar essa minha bagunça, interna e externa. Organizar a minha vida, do jeito que ela era com você.
E se você voltar, meu amor, volte inteiro pra mim. Se você voltar, eu te peço com todas as minhas forças, cuida de mim. Cuida de mim do jeito que eu preciso, cuida de mim e tira essa dor da sua ausência, que insistia em aparecer mesmo quando você estava ao meu lado. Cuida de mim e divide comigo uma dose de qualquer coisa, brinda comigo o nosso amor.
E se você voltar, meu amor, volte por vontade própria, volte porque sentiu minha falta. Volte, meu bem, por amor.

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Nenhum comentário:

Postar um comentário