Alguém

E lá vai existir alguém que lhe passe confiança, alguém que lhe transmita tranquilidade. Vai existir alguém que lhe conquiste pelas sutilezas e não pelos grandes gestos. Vai existir alguém que transforme sua vida em uma poesia, e não que faça da poesia, sua vida. Vai chegar alguém que transforme suas tardes de domingo em sinônimo de risos e companheirismo e não mais de café e solidão.
Você, um dia, vai abandonar por alguém um grande sonho, um traço da sua personalidade ou qualquer coisa que antes fizesse parte de você, apenas por saber que talvez seja a pessoa certa, ao menos para o momento. Você, um dia, vai parar de olhar com melancolia pela janela quando o sol se por, mas vai agradecer pelo nascer do sol todos os dias que você puder ver quem te dá forças para levantar. Você, um dia, vai juntar forças que nem você sabia que tinha e doar para que você possa simplesmente ver um sorriso brotando na face dele, ou ao menos que ele lhe passe a sensação de que está bem.
Chega um dia, uma hora, um momento em que você encontra alguém que lhe faça bem. Alguém que lhe tire da sua zona de conforto, e nesse momento você saberá que está pronta para encarar a vida e toda a beleza que até então se escondia no gris. Ver a beleza onde antes você nada via se chama amor e amar, bom, amar é um santo remédio pra alma. Uma alma sem amar, sem sentir o amor, é uma alma vazia, porém pesada. O amor é como o gás Hélio, enche a alma, mas faz com que ela flutue. E é flutuando que as almas se encontram. E vai existir, em um lugar muito distante, uma alma que se encontrará com a sua. E lá vai existir alguém que lhe passe confiança, alguém que lhe transmita tranquilidade...

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Nenhum comentário:

Postar um comentário