Vou procurar, eu vou até o fim

Um carinho, uma canção, um sonho sonhado junto. Uma palavra, um sorriso, um cheiro. Um apoio, um puxão de orelha, uma dança. E de três em três eu listaria todas as coisas que me fazem falta. Trios de necessidades que uma dupla poderia satisfazer.
Ouvi dizer que você sentiu minha falta, é o que andam dizendo por aí. Eu já não sei mais quem eu sou, durante muito tempo pensei ter acabado com isso, mas agora eu sei que eu ainda tenho muitas dúvidas sobre mim mesma. Há tantas coisas que eu gostaria de falar mas eu não sei como, não sei nem por onde começar.
Ando confusa, ando distraída, ando querendo de mais e ao mesmo tempo quero só o necessário. Eu sinto falta de carinho, mas carinho de verdade, de palavras bonitas, de apelidos carinhosos. Eu sinto falta de romance - não de grude, por favor-, eu sinto falta de imaginar o futuro e ver alguém do meu lado, eu sinto falta de tantas coisas que agora me parecem impossíveis. É como se eu estivesse morrendo de sede em um deserto. Eu deveria estar contente, mas não estou plenamente. Eu quero uma paixão arrebatadora, um amor que parece que vai ser pra vida toda e se for, melhor ainda. Eu quero alguém que me arranque um sorriso a cada encontro, e que na despedida me deixe a promessa de que irá voltar, eu preciso de alguém que entenda que eu preciso de cuidados, alguém que perceba que eu só tenho o jeito durão, mas que na verdade o meu coração é sensível. "Eu procuro um amor que seja bom pra mim", que me faça bem, que me acolha nas noites chuvosas, que entenda que eu, às vezes, preciso ficar sozinha com uma barra de chocolate, alguém que entenda que mesmo que muitas vezes eu não demonstre, eu sinto (por que ninguém entende isso?).
Eu quero alguém que entenda que eu erro, que me perdoe quando eu pedir perdão, eu quero alguém que não queira me moldar aos seus conformes. Eu quero alguém que não reclame de tudo o tempo todo e muito menos de estar comigo. Eu quero alguém que se pareça com você, que ande como você, que fale e pense como você, alguém que cante como você, que escreva como você, que tenha a letra parecida com a sua e use o mesmo perfume e sabonete. Eu quero alguém que tenha as roupas no estilo e cheiro das suas, eu quero alguém que me trate como você o fez, eu quero alguém que cuide de mim como você, que goste de mim como você gostou. Mas acima de tudo, eu quero alguém a quem eu possa me entregar sem medo.

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Nenhum comentário:

Postar um comentário