Porque igual a você não há

Quem dera você fosse meu. Meu por completo, namorado, amante, ficante, melhor amigo, amigo colorido e o que mais você quisesse ser. Quem dera eu pudesse sentir aquele seu abraço -maravilhoso- todos os dias, porque eu me encontrei dentro dele quando eu estava perdida. Ou foi ao contrário? Me perdi quando achei que soubesse onde estava indo? É, talvez a segunda opção.
Eu tento ser imparcial com você, a final muita coisa nos impede, mas aí você vem falando daquele seu jeito de quem sabe exatamente o que está fazendo, aí você pede sobre a minha vida, sobre o que eu faço, sobre com quem eu ando e o que mais eu estiver disposta a te contar. E você estampa um sorriso na minha cara, você faz com que eu ouça a mais bela das canções só por dizer oi.
Só de pensar em sua voz, minha mente já cria melodia mais linda pra acompanhá-la, porque sua voz é assim, anestésico, analgésico, anti-inflamatório (quando se trata do coração, ela pode curar muita coisa). Você é o tipo de cara que a gente costuma levar a sério. Sério mesmo, você tem os lados bem definidos, você sabe bem quem você é. Isso me atrai.
Você é o tipo de homem que tem qualquer uma aos seus pés. Você é o tipo de homem que olha nos olhos, que abraça apertado, que conversa fiado, que é inteligente. Você é o tipo de homem que se preocupa com o futuro da nação, com a qualidade musical, com os livros. Mas você é aquele homem-menino, sonhador, risonho e que tenta fazer graça. Você é aquele homem que a gente não acredita que possa existir, e aí você aparece e cai como um prêmio na loteria. Eu acho que tirei sorte grande só por botarem você na minha vida - imagina o que eu diria então se você ficasse nela permanentemente como sendo meu?-.
Eu to fazendo de tudo pra participar mais da sua vida, pra ver você quando eu puder, pra você lembrar de mim não só quando estou presente. Eu quero que você venha até mim e me diga tudo. Eu quero ser quem estampa os sorrisos no seu rosto -já falei o quanto seus sorrisos são lindos? Pois é-, eu quero ser quem te abriga nos dias chuvosos e quem te aquece nas noites de julho. Mas eu quero muito mais do que noites de julho com você. Eu quero todos os dias e noites de todos os meses de todos os anos que virão.

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Um comentário: