Te prendo, te agarro, te abraço. Te cheiro, te absorvo, te observo. Te agarro, te completo, te alegro. Te quero, te assusto, te perco.  Te olho, te espero, te chamo. Te mando mensagem, te procuro, te encontro. E quando você vem? Me prender, me agarrar, me abraçar? Me cheirar, me absorver, me observar? Me agarrar, me completar me alegrar? Me querer, me assustar, me perder? Me olhar, me esperar, me chamar? Me mandar mensagem, me procurar, me encontrar? E quando vai ser nós? Nos prendermos, nos agarrarmos, nos abraçarmos? Nos cheirarmos, nos absorvermos, nos observamos? Nos agarrarmos, nos completarmos, nos alegrarmos? Nos querermos, nos assustarmos, nos perdemos? Nos olharmos, nos esperarmos, nos chamarmos? Nos mandarmos mensagem, nos procurarmos, nos encontrarmos? Espero que logo.

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Nenhum comentário:

Postar um comentário