Sei que o tempo sempre passa, que o sol nasce e, junto ao seu crepúsculo, dá lugar à lua e às estrelas. Sendo assim, a cada amanhecer temos um novo dia, e diga-se de passagem, um dia a menos.
Não quero me mostrar volúvel diante dos fatos, mas tampouco, voraz. Com o passar dos dias, a aurora traz consigo uma nova esperança, a aurora manda-nos acordar e viver um dia a mais.
Já disse alguém, que o tempo tem seu próprio tempo, mas esperar torna-me apreensiva. Sou impaciente, mas há coisas que pelas quais, nada temos a fazer, se não contar os dias, são dias inadiáveis. São os começos, diferentes, para um novo fim, onde o que importa é aproveitar, porque depois, só restarão as lembranças e a vontade de ter cada segundo, cada respiração, de volta. Ou esperar, esperar que o próximo momento chegue.

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Um comentário:

  1. Oi!
    Seu blog é muito legal
    Estou te seguindo!
    me sege de volta!!

    http://thegirlandboy.blogspot.com/

    ResponderExcluir