Pra mim, não tanto faz


Pior do que o amor ou o ódio, machuca mais do que palavras severas. Não sei lidar com a indiferença, simplesmente, me corrói, me torna fria diante de qualquer situação, me faz gelar qualquer sentimento, qualquer pensamento, qualquer leitura, qualquer postura. Muda as palavras, muda as estações, mudam os livros, as musicas e a expressão. Muda a face, muda o coração, muda qualquer sonho, qualquer emoção.
Se eu lesse as mentes, saberia motivos, parece tudo sem motivos, sem porque, indiferente. Se tanto faz, melhor não, não existe nada pior do que o não saber, não saber a verdade, ao menos existir uma verdade. Agonia, destruição, esquecimento. Corrompido devido a indiferença.

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Um comentário:

  1. Olá, Jú! Vou de blog em blog. Prazer grande estar aqui! Sabe, pensando no que disse, a indiferença é mesmo um veneno. Melhor é olharmos para outro lado. Afinal, tudo é muito momentâneo e circunstancial. Não devemos nos desgastar pela indiferença dos outros. Se o tempo é propicio para nos recolhermos, melhor cultivarmos bons pensamentos, vermos aqueles filmes que há tempos aguardamos oportunidades, ler aquele livro que só pode ser bom de tanto que falaram, escrever para aquele amigo do qual sempre nos lembramos e ele sequer sabe... Enfim, se o nosso mundo pessoal anda meio indiferente para gente, nada melhor que expandi-lo um pouco. Não acha? [sorrio]

    Convido para que leia e comente no http://jefhcardoso.blogspot.com/

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso.” (Jefhcardoso)

    ResponderExcluir