1,2,3.

três dias e uma tortura, três dias e a solidão, três noites nenhum sonho, três manhãs, três decepções. Três dias e uma vontade, três noites e uma saudade, três tardes e uma tarefa. Três vozes, um dia nada bom , três notas, um novo desespero, três acordes e nenhum som. Três fotos e meu passado, três choros e mais meio engasgado, três sorrisos, tão vagos como a noite, noite, triste solidão.

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Nenhum comentário:

Postar um comentário