confusão.


Hoje eu acordei estranha, sonhei com você. Senti suas mãos nas minhas. Corriamos em direções opostas, teriamos que soltar as mãos, nenhum queria ser o primeiro a fazer isso, não sabíamos bem como estávamos assim. Acordei e percebi que uma parte de você ainda existe em mim, que algumas coisas que eu faço ainda são, mesmo que inconscientemente, pensando em você, ainda sorrio quando estou contigo, ainda entro em transe com tua voz. Encontrei algumas anotações de algumas semanas atrás, onde diziam que eu tinha te esquecido, onde diziam que finalmente tinha me 'desapegado' precisei rir. Não é verdade, assim eu percebo, como a minha insistencia me maltrata. Sou feliz assim, sou feliz só por ter você perto de mim. Mesmo depois de TUDO o que vi, tudo o que ouvi, não consigo viver longe de você, te ter do meu lado já me satisfaz, mesmo que sejas apenas meu amigo...

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Nenhum comentário:

Postar um comentário