Auto-Opressão

Nunca fui uma pessoa que realmente expressa seus sentimentos, nunca soube distribuir eu te amo e nunca consegui derramar uma lágrima de tristeza perto de alguém. As vezes isso me ajuda, mas tenho pensado o quanto me prejudica, quantas vezes já sorri para esconder, ou impedir, uma lágrima? Quantas vezes já disse que estava tudo bem, e não estava? Quantas vezes já disse estar calma, mas na verdade, eu estava explodindo. Perdi as contas de quantas vezes eu omiti a verdade quando me perguntavam algumas coisas sobre mim, quantas vezes já deixei passar oportunidades de mostrar alguma coisa sobre mim. Nunca gostei de me expor de forma com que eu deixasse claro o que eu estaria sentindo. Já pensei em mudar isso, em compartilhar meus sorrisos e minhas lágrimas, mas sinceramente, não consigo. E pra falar a verdade, acho que estou bem assim, se bem que uma vez eu li em algum lugar que não devemos esconder uma lágrima para parecermos fortes, e sim deixá-la escorrer para demonstrar que temos sentimentos. Talvez fosse hora de eu acabar com essa minha auto-opressão.

19 anos, taurina. Escritora de gaveta, cantora de chuveiro e futura CSI

Nenhum comentário:

Postar um comentário